setembro 2, 2015 Blog, Cases Nenhum Comentário

Segundo a pesquisa Pesquisa Global Nielsen sobre Responsabilidade Social Empresarial, consumidores do mundo todo estão dispostos a pagar mais por produtos ou serviços de empresas comprometidas com responsabilidade social.

 

Responsabilidade social é no que consumidores do mundo todo estão de olho, inclusive, estão dispostos a pagar por produtos e serviços das empresas que estiverem comprometidas com essa causa.

É o que revela a pesquisa, publicada em Junho de 2014, desenvolvida pela Companhia Nielsen. Uma análise do varejo global mostra aumento de vendas para marcas que se posicionam ou que demonstrem, através do marketing, esforços com iniciativas de responsabilidade corporativa social.

A pesquisa aponta, que dos consumidores globais que se dizem dispostos a pagar mais pelos produtos ou serviços provenientes de empresas comprometidas com impacto social e ambiental positivos. Em primeiro lugar se encontram os países da região da Ásia-pacífico (64%), os da América Latina em segunda posição com 64%. Os da região do Oriente médio/África vem logo abaixo da América Latina com a mesma porcentagem. E abaixo destes, vem a América do Norte e a Europa, com 42 e 40%, respectivamente.

Ainda, dos consumidores globais, 52% que responderam a pesquisa dizem ter comprado ao menos um produto ou serviço nos últimos seis meses de uma empresa socialmente responsável. E alguns dentre estes, dizem que suas decisões de compra são em parte, dependente da embalagem – eles checam o rótulo antes de comprar para assegurar que a marca é comprometida às práticas sociais positivas e de impacto ao meio ambiente.

“Consumidores ao redor do mundo estão afirmando que um propósito social de uma marca está dentre os fatores que influenciam nas decisões de compra.” Disse Amy Fenton, líder global de desenvolvimento e sustentabilidade pública, Nielsen. ”Esse comportamento tem crescido e propicia oportunidades de impacto significantes em nossas comunidades, além de ajudar no desenvolvimento da parte recebida pelas marcas”.

A Nielsen também analisou os dados de vendas no varejo para determinar se os sentimentos expressos dos respondentes são levados em consideração, e os resultados de análises ao longo do ano de 2014 mostram uma média anual de crescimento de dois por cento para produtos com reivindicações sustentáveis na embalagem e um aumento de cinco por cento para produtos que promoveram ações sustentáveis por campanhas de marketing. Um review de 14 outras marcas sem reivindicações sustentáveis ou marketing mostra um aumento de apenas um por cento.

Fenton disse, “Não é mais uma questão de se os consumidores se impontam ou não com o impacto social. Os consumidores se importam sim e mostram que se importam através de suas ações. Agora, o foco é em determinar como sua marca pode efetivamente criar valor compartilhado, casando a causa social apropriada e o segmento de consumo”.

Veja a pesquisa completa no: http://www.nielsen.com/us/en/press-room/2014/global-consumers-are-willing-to-put-their-money-where-their-heart-is.html

 

Written by Marcel Machado