A sustentabilidade é tema de discussão também nas empresas, e muito em função da geração de economia e até de receita, pois as práticas sustentáveis trazem benefícios para as organizações e melhoram a qualidade de vida de seus colaboradores e clientes.

 

Para entrar no mercado sustentável, o empreendedor deve se informar a respeito das regulamentações ambientais do seu setor, e uma boa conversa com os funcionários é fundamental, para que todos se envolvam e se comprometam com a sustentabilidade e com as ações propostas. As mudanças de comportamento no cotidiano da empresa vão fazer com que apareçam os resultados de redução de consumo de água, energia, combustível, embalagens, materiais de escritórios, etc.

Veja 20 dicas de sustentabilidade para empresas:

1 – Procure investir em programas de educação e preservação ambiental, proteção de nascentes, recuperação de áreas degradadas ou proteção da biodiversidade na região em que sua empresa está inserida. Programas de reflorestamento também podem ser contemplados com aquisição de mudas e até com plantio, numa ação diferente e divertida entre os colaboradores.

2 – Para compras de materiais, dê preferência às embalagens econômicas, que reduzem o desperdício e poupam dinheiro. Avalie a necessidade do produto e verifique se realmente as especificações técnicas atendem a essa necessidade, e compre de fornecedores que adotem práticas socioambientais.

3 – Faça impressões econômicas, frente e verso, diminuindo o consumo de papel e tinta, e imprima tudo de uma vez, reduzindo também o custo de energia e aumentando a vida útil do equipamento. Diminuir a quantidade de correspondência também é possível, entrando em contato com emissores e cancelando o envio, evitando que cheguem correspondências que em geral vão para o lixo.

4 – Evite comprar ou substituir desnecessariamente aparelhos eletrônicos, para diminuir o impacto ambiental com descarte de resíduos eletrônicos.

5 – Desligue os aparelhos eletrônicos ou desconecte da tomada quando não estiverem sendo usados. Não deixe em standy by. A economia de energia nesses casos é significativa.

6 – Procure instalar painéis de energia solar. Você pode obter uma grande economia de energia e ainda gerar energia elétrica, reduzindo custos.

7 – Lâmpadas fluorescentes são mais econômicas e reduzem a emissão de gás carbônico, além de ter maior vida útil. Substitua as lâmpadas incandescentes pelas fluorescentes. A economia chega a 60% no consumo de energia elétrica.

8 – Verifique as instalações elétricas e mantenha a fiação em bom estado. Além de reduzir o desperdício de energia, evita acidentes em função de fios danificados.

9 – Reduza consideralvelmente a utilização de descartáveis como copos, guardanapos e sacolas. Além de economizar recursos financeiros, diminui a geração de resíduos.

10 – Evite sacolas plásticas, que levam anos para se decompor e substitua-as por sacolas retornáveis para evitar o acúmulo de resíduos. No caso das embalagens, vale consultar os clientes para conhecer suas preferências. Isso faz a clientela pensar a respeito da sustentabilidade.

11 – Ofereça aos clientes produtos e serviços seguros, que são compatíveis com as normas ambientais vigentes. Para isso, procure adequar sua empresa à legislação em vigor.

12 – Elimine vazamentos de água, evitando desperdícios e reduzindo a conta mensal, levando em consideração que água é um bem precioso e escasso. Sensibilize seus colaboradores para o uso consciente.

13 – Reduza a utilização de água potável na manutenção da empresa, captando e aproveitando água da chuva para sanitários, jardins e limpeza do chão. A empresa colabora com a diminuição dos gastos públicos de tratamento e distribuição de água e reduz os gastos com este item.

14 – Use produtos biodegradáveis para limpeza das instalações. Isso contribui para a diminuição da poluição dos rios e dos impactos ambientais provocados por produtos químicos nocivos.

15 – Procure lavar os veículos a seco. Pesquise empresas que oferecem esse serviço, que reduz a utilização de água. Vale também procurar manter os carros limpos, e não descuidar da manutenção.

16 – Estimule a carona solidária. Um mural de avisos pode aproximar pessoas que moram no mesmo bairro e que podem realizar rodízios de veículos. Um bicicletário também pode estimular a utilização de bicicletas.

17 – Separe o lixo e destine corretamente cada tipo de resíduo. Procure saber se sua cidade possui cooperativa que coleta ou recebe resíduos e estabeleça uma parceria. A separação do lixo economiza matéria-prima por meio da reciclagem, evita a degradação do meio ambiente, melhora a vida dos catadores de recicláveis e fortalece as cooperativas desses catadores. Adquira recipientes específicos para cada tipo de lixo e promova a divulgação dessa ideia entre os funcionários, motivando a participação de todos no processo.

18 – Instale torneiras de baixo consumo de água. As lojas estão repletas de modelos modernos, algumas com fechamento automático. Elas diminuem bastante a conta mensal de água e ajuda a economizar este recuso natural.

19 – Prefira madeiras de reflorestamento com selo de certificação, verificando a procedência do material que deseja adquirir, como móveis, por exemplo.

20 – Reduza gastos com deslocamentos preferindo a internet ou o telefone para reunir ou treinar colaboradores. Atualmente, a tecnologia oferece teleconferências, videoconferências, reuniões remotas via internet, etc.

E você, adota práticas sustentáveis na sua empresa? Opine. Comente.

 

Ebook gratuito

ebook.guiaprimeiros passos

Written by Denis Trindade